Select Page

Marketing & Webdesign

WordPress: o que é e para que serve?

21 de Janeiro de 2022

Provavelmente já ouviu falar em WordPress não é mesmo? Porém, quais são as possibilidades desta tecnologia? É isto que veremos na postagem de hoje. 

Estamos a falar do CMS (Content Management System) mais popular do mundo. O que o torna tão popular? Sem dúvidas a sua diversidade e versatilidade. Nesta postagem iremos tratar dos seguintes tópicos:  

 

Definição de WordPress 

Como dissemos, trata-se de um poderoso CMS. E o que é CMS? Content Management System (ou sistema de gerenciamento de conteúdo) é uma aplicação que permite ao usuário editar, criar e publicar conteúdo.  

Existem várias aplicações consideradas CMS e o WordPress é uma delas. Além disso, ele também é open source, ou seja, seu código “base” é livre e gratuito para que usuários façam as modificações da forma que acharem melhor. Isso permite que customizações diversas sejam efetuadas e é o elemento que torna a tecnologia WordPress em algo tão versátil. 

Além disso, aplicações consideradas open source possuem uma grande comunidade de usuários que, voluntariamente, revisam códigos, corrigem erros e auxiliam de diversas formas para que o código-fonte disponibilizado aos usuários esteja sempre atualizado e seguro. 

 

WordPress é gratuito? 

 

Sim, o código-fonte do WordPress é mantido pela instituição WordPress.org e disponibilizado gratuitamente.

Claro que é de se espantar quando vemos uma plataforma tão robusta e versátil sendo distribuída sem custos, mas devemos compreender os aspectos por trás disso. 

Como já dito, há uma grande comunidade de entusiastas e desenvolvedores que ajuda a manter o código seguro e atualizado. E quando falamos de soluções open-source, de maneira geral, devemos ter em mente que os envolvidos contribuem de forma voluntária devido a um grande senso de pertencimento a uma comunidade.

Para além disso, apesar do código-fonte ser livre e gratuito, há inúmeras extensões pagas (que englobam temas, plugins e outros add-ons diversos) que podem ser acopladas ao WordPress, criando um grande market place para toda a comunidade.  

Logo, por definição, apesar do WordPress ser gratuito, muito provavelmente em algum momento do desenvolvimento de um novo website, será necessário a contratação de algum complemento para a plataforma. 

Além disso, deve-se ter em mente que apenas o código / CMS não é o suficiente para um site estar online. É necessário a contratação de um servidor (também conhecido como hospedagem) onde o CMS será hospedado, para então ser disponibilizado na internet. E para que esse conteúdo possa ser encontrado, é necessário um endereço, isso seria o domínio, ou seja: www.nomedosite.pt ou www.nomedosite.com, dentre outros.

Quais tipos de sites podem ser feitos com WordPress?

 

Por se tratar de uma ferramenta extremamente versátil, podemos dizer que o WordPress pode ser utilizado para a maioria de categorias de sites existentes na internet, afinal, fazendo as customizações e adaptações corretas, é possível ter uma gama de opções para sua utilização, como, por exemplo:  

  • Sites institucionais 
  • Blogs 
  • Sites de notícias 
  • Portais 
  • E-commerces 
  • Fóruns 
  • Plataformas de Ensino à Distância 
  • Site com login e painel de membros 
  • E muito mais. 

 

Diferenças entre WordPress.org e WordPress.com? 


Talvez em suas pesquisas, tenha se deparado com uma solução “paga” do WordPress, também conhecido como WordPress.com. Trata-se de uma iniciativa da própria empresa WordPress.org, onde já oferece o domínio e a hospedagem e o usuário final precisa se preocupar apenas com a postagem de seus conteúdo.

Existem diferentes planos para esta modalidade, mas todos oferecem menos possibilidades de customização como a utilização do código aberto, ou seja, do WordPress.org.  

Em contrapartida, para configurar um site WordPress.org, será necessário algum conhecimento técnico, uma vez que é necessário, como já informado, providenciar a hospedagem para o novo site, assim como outras resoluções técnicas relacionadas a servidores, domínios, customizações de temas, entre outros. 

O que são templates WordPress? 
 

Templates ou temas, representam os principais elementos quando falamos de WordPress. Ao instalar o WordPress em um servidor, por padrão ele possui uma interface muito simples, totalmente voltada para um blog pessoal. Porém,é possível navegar por uma galeria e encontrar temas gratuitos e pagos que nada mais são do que modelos para o site ter determinada estrutura.  

São modelos “pré-prontos” que, uma vez instalados no WordPress, o usuário pode fazer alterações para as suas necessidades e ter menos trabalho do que teria se fosse programar o site completamente do zero. 

Existem ainda, empresas terceiras especializadas no desenvolvimento de temas para a plataforma Uma delas é a Elegant Themes, criadora do Divi, um dos principais e mais versáteis temas de WordPress da atualidade.

Vale ressaltar que o WordPress é considerado uma tecnologia front end, ou seja, utiliza-se a maioria das funcionalidades direto em sua própria interface e não programando um código. Claro que é possível fazer diversas alterações por meio de código, considerando que é um CMS baseado em linguagem PHP.

As principais possibilidades de alteração de “código” são através da edição dos arquivos CSS (Cascading Style Sheets) e HTML (HiperText Markup Language). 

Ainda sobre templates e temas, normalmente é possível alterar os arquivos CSS dos mesmos, possibilitando uma personalização ainda maior dos conteúdos. Vale ressaltar que para isso, como já mencionado, é necessário ao menos um conhecimento básico em linguagens de programação. 

Como estruturar meu próprio site? 

Estabelecer um site em WordPress é uma tarefa relativamente simples. De forma geral, é importante planejar um escopo antes de iniciar de fato a produção de um site. Nele, é importante conter informações-chave como a definição do público que irá acessar o site, a estrutura de páginas e as possibilidades de conteúdo, escolher o domínio e o melhor servidor para tua necessidade.

Após estruturação e validação deste escopo / planejamento, são necessários alguns passos: 

  1. Contratar o servidor e efetuar configurações e soluções de domínio.
  2. Instalar o WordPress. Para isso, a maioria dos servidores possuem ferramentas de instalação com poucos cliques. 
  3. Configurar o tema, os plugins e outros elementos relacionados às funcionalidades e à a aparência de seu novo site. 
  4. Estruturar as páginas e o conteúdo de cada uma delas. 
  5. Publicar seu site. 

    Simples, não é mesmo? Claro que existem diversas diretrizes que devem ser configuradas em relação à segurança, usabilidade, performance e possibilidades de análise dos acessos ao site.

    Além disso, é necessário estar atento às leis e políticas nacionais e internacionais em relação à proteção de dados de visitantes, etc. 

    Por isso, por mais que seja totalmente possível estruturar teu próprio site utilizando WordPress, é extremamente recomendável que estude e se aprofunde sobre o tema para fazer da melhor forma possível.

    Outra opção é contratar um profissional ou empresa especializados nisso, que poderão oferecer soluções seguras e totalmente personalizadas para as necessidades do empreendimento. 

    Precisa de um site WordPress em PortugalA VFR Tech conta com grandes especialistas em desenvolvimento web e podemos atuar em projetos de todos os portes e segmentos! Clique aqui e fale com um especialista pelo Whatsapp.

     

    Quer receber novos artigos de Nosso Blog?Assine Gratuitamente a Newsletter VFR Tech

    Não enviamos SPAM

    Fale conosco no WhatsApp!